Blog do Ap Josué Barbosa

sábado, 31 de julho de 2010

HOJE, VOCÊ É CONSAGRADO A JESUS.

HOJE, VOCÊ É CONSAGRADO A JESUS. Rm 12:1, 2

INTRODUÇÃO.

A palavra consagrar vem do latim consecrare, con – “inteiramente”, e sacer – “santo”. Desta forma podemos concluir que consagrar e santificar são sinônimos. Já os termos hebraicos usados no Antigo Testamento dão a idéia de separação, ou seja, algo ou alguém separado para dedicação, ao serviço de Deus. No Novo Testamento, as palavras mais usadas para consagração são: Egkainízo, “dedicar”Hb 9:18 e 10:20: teleióo, “completar” Hb 7:28 e agiázo, “santificar”
Jo 10:36 ;17:17,19; I Cor 7:14; I Tm 4:5. II Tm 2;21.
Todas as palavras indicam no tocante a Jesus, sua autodedicação em sua obra remidora, no tocante a seus discípulos, indica que eles foram separados para uma função específica. Quando usados para os alimentos indica que os mesmos foram purificados, e ainda quando se refere ao cônjuge incrédulo o texto aponta para a legitimidade desse relacionamento.

1-A CONSAGRAÇÃO CRISTÃ.

Como pudemos ver no significado resumido das palavras acima, quando nos convertemos, somos chamados por Cristo para um novo tempo, João 17:16, então somos chamados a nos sujeitar a um processo de aprendizado e aperfeiçoamento que somente através de uma dedicação total ao Senhor poderemos compreender e alcançar. Jesus nos chama à renúncia Mt 8:34e vss,e não apenas incorporar seus ensinamentos e sua maneira de pensar, pois um discipulado genuíno, gera transformações mais profundas. O apóstolo Paulo exortou a igreja de Roma a não tomar forma do mundo, Rm 12:1-2; mais sim, conformando-se de toda a forma de vida cristã, isso requer total renovação da mente. O propósito maior da consagração é a espiritualização, é claro que na medida em que renunciamos as velhas práticas, damos espaços para a renovação, desta forma, entramos em uma evolução espiritual.

2-FORMAS DE CONSAGRAÇÃO.

A ORAÇÃO. Atos 6-2b e 4. “Não é razoável que nós abandonemos a Palavra de Deus para servir às mesas, ... e, quanto a nós, nos consagremos à oração, e ao ministério da palavra”.
Através da oração, mantemos um relacionamento com Deus, isto nos torna cada vez mais confiantes no Senhor, devemos contar nossas necessidades a Deus. Através da oração, confessamos os pecados e aceitamos o auxílio de Deus quando somos honestos reconhecendo nossa fraqueza, pois o Senhor nos revelará grande provisão. Consagrar-se a Deus em oração é dedicar um tempo de nossas vidas falando com o Senhor, contudo é necessário salientar, que a oração não consiste em só uma pessoa falar, se faz necessário deixá-lo falar conosco depois de terminada a oração, pois é no silêncio da comunhão que Deus faz descer o seu precioso óleo da unção e com ele a resposta para nossas petições.

3-A LEITURA DA PALAVRA DE DEUS.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça”. II Tm 3:16.
Deus fala conosco através de sua Palavra, a Bíblia, ao mesmo tempo em que mantemos comunhão com Ele. É importante que a leitura seja feita com calma e concentração. Como o texto relata, é na Palavra de Deus que vamos encontrar ensino para guiar a nossa vida. Todas as situações na vida do cristão devem ser pautadas na Palavra de Deus. Devemos determinar um período de leitura, um momento em que possamos ficar a sós com Deus. Não há um tempo padrão para todos, e sim aquele mais conveniente para cada um, o importante é que haja este tempo, chamado de devocional diário.

4-A ADORAÇÃO EM CONJUNTO.

“Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns...” Hb 10:25, A adoração em comunhão com outros cristãos é fundamental para o crescimento espiritual, pois ao se converter a pessoa é inserida em uma nova família, a família de Deus. Alem de tudo, a igreja é fundamental para o crescimento espiritual, pois em Ef. 4:11-12. “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo”. É na igreja e na célula, (grupos de estudos nos lares), que recebemos ensinamentos para que saibamos lidar com as diversas situações que nos aparecem. Os ministérios descritos no versículo acima são responsáveis pelo crescimento do novo cristão, além disso, o novo convertido pode receber o auxílio de um cristão mais antigo, por isso, é fundamental manter uma freqüência regular nos cultos e reuniões de células.

CONCLUSÃO

Entedemos ser estas formas citadas, as mais emergentes na vida de um cristão, contudo, a consagração envolve uma série de atitudes que vão colaborar com o crescimento espiritual, pois a dedicação futura a um ministério vai depender desta base que você está recebendo hoje. Lembre-se de que um dos significados de consagração é “dedicação inteiramente”. E neste sentido não podemos ser de animo dobre, num momento santos e em outro, totalmente alheios às coisas de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário