Blog do Ap Josué Barbosa

sábado, 31 de julho de 2010

JESUS LIVRA VOCÊ DA CONDENAÇÃO

JESUS LIVRA VOCÊ DA CONDENAÇÃO – Rm 6:23

INTRODUÇÃO

No Evangelho de João Capítulo 10, Jesus fala que Ele é o bom pastor que dá a vida pelas ovelhas, e que o ladrão vem somente para roubar matar e destruir. Se analisarmos com cuidado, vamos entender, Jesus fala, quando se refere ao ladrão, dos falsos mestres, daqueles que têm sempre uma fórmula mágica ou uma religião sem muita exigência como solução para as nossas vidas, esses enganadores podem ser nossos amigos do passado e até familiares que tentam nos confundir e nos tirar do foco que é a glória de Deus, alem, é claro, de sacerdotes e falsas religiões. Quando eles vêem vir o lobo, que é o diabo com suas artimanhas, ou seja, nos momentos de perseguição e dificuldades, eles fogem e nos abandonam à própria sorte. Eva viu que o fruto era agradável aos olhos e bom para se comer (Gênesis 3:6), desejou o que Deus havia proibido, deu ouvidos ao lobo que é o diabo, desgraçou sua vida e amaldiçoou a terra (Gn 3:17). É assim que acontece quando damos ouvidos à serpente, que fala pela boca de pessoas que nos oferecem algo muitas vezes agradável aos olhos, mas que nos trarão maldições, isto é, o pecado.

A REALIDADE DO PECADO

Quando uma pessoa se converte, passa a conviver com um novo estilo de vida, contudo, algumas dificuldades ainda persistem, é nesse momento que ela é atacada de todos os lados, por que o alvo maior de satanás e seus agentes é fazê-la desistir de Cristo e sua obra redentora. Então, tentarão seduzi-la de todas as formas, muitas pessoas estão caminhando bem, e em determinado momento acabam se embaraçando com o pecado e perdendo tudo o que haviam conquistado, pois, quando cedem, dão legitimidade para o pecado e seu verdadeiro autor agir em sua vida. “Por que o salário do pecado é a morte.” Romanos 6:23ª, esta é a recompensa que uma pessoa recebe ao ceder aos apelos do pecado, a morte e separação total de Deus, num primeiro momento parece que nada acontece, e isto faz com que a pessoa continue nesta prática, e sem perceber afasta-se da família de Deus, e consequentemente do Senhor, desta forma fica entregue a própria sorte. A Bíblia relata como o pecado entrou no mundo, “Portanto,assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens porque todos pecaram.” O pecado entrou no mundo por legitimidade, através do homem, é claro que estamos falando do pecado original, (pecado que deu origem a todos os atos pecaminosos, pois tornou o homem pecador), o que o texto fala, é que todos os homens nascem sob a influência do pecado.

LIVRES DA CONDENAÇÃO

O apóstolo Paulo escreveu em Romanos 8:8 “os que estão na carne não podem agradar a Deus”. Mas, você pode perguntar; o que é viver na carne? Viver na carne é viver na prática do pecado, segundo as inclinações e práticas do mundo, ou seja, viver deliberadamente pecando. João escreveu “o que é nascido de carne é carne” João 3.6. João refere-se ao estado do homem ainda na forma natural, isto é, antes do encontro com Cristo, este vive deliberadamente pecando porque não conhece a Deus. Na primeira carta de João, lemos; “Veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida”, I João 5:18. Esta justificação indica uma condenação a ser removida, é o que vemos em 1 Coríntios 15:22, “Assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo”. Em Cristo temos a redenção da nossa alma. Desse modo “como, pela a desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos”. Percebemos que o pecado entrou no mundo pela desobediência, e foi anulado pela obediência, esta parece ser a chave da mudança genuína e verdadeira que Deus quer operar em cada coração. Ora, sabemos que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído e não sirvamos ao pecado como escravos; nem reine o pecado em vosso corpo mortal, a ponto de obedecerdes as vossas paixões. Rm 6:6 e12. O que sabemos é que aquele ao qual obedecemos é que nos tornamos servos, ao pecado para a morte, ou a Cristo para justificação e Vida Eterna..

CONCLUSÃO

Adquirimos como herança o pecado em nossas vidas através da velha natureza, o que nos fez pecadores e distantes de Deus Romamos 3.23, no entanto, no amor de Cristo somos feitos filhos de Deus, João 1:12. Recebemos de Cristo legitimidade para viver uma nova vida, livres da condenação do pecado Rm 8:1. È bem verdade que o Senhor quer de nós empenho e vigilância, ingredientes que não podem faltar à vida de um servo de Deus.





Josué Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário